Pages

domingo, 6 de abril de 2008

Experiência no Managerzone

3 comentários
 
Essa dica é baseada nas declarações dos dirigentes no Talk e tópico “Experiência vale muito nesse SIM” criado pelo doiderapura. Vou abordar as opiniões de cada dirigente e expor meus comentários. Essa dica é para ajudar nossos managers a evoluir cada vez mais no MZ brasileiro. Boa leitura a todos.

Ultimamente os usuários do Managerzone vem percebendo muitas mudanças no jogo. O SIM está cada vez mais imprevisível. Onde a emoção está cada vez mais tomando conta de nossos corações. Um exemplo disso é o meu próprio time, ele estava disputando o título na temporada anterior e nesta temporada quase foi rebaixado, isto mostra que tivemos uma grande mudança no SIM, favorecendo mais outros atributos. Mas a questão está em quais são esses atributos? È o que pretendo responder no decorrer desta dica.

Se pensarmos bem, até que teria uma certa lógica a supervalorização desse atributo (experiência) que não há como treiná-lo, ou seja é um atributo diferenciado, por outro lado uma injustiça por ser totalmente imprevisível, apesar de geralmente os jogadores ganharem 1 bolinha por temporada, vemos muitos com 27 anos que já possuem as 10 bolinhas, e outros aposentando com 9. Acredito que esse de nada sirva senão como multiplicador, talvez parecido como a Inteligência, os vovôs fazem a diferença porque são jogadores completos, e não apenas por terem experiencia. Em oposição está a questão do futebol do mundo real, onde temos craques com apenas 19 anos ou menos. Caras que jogam muito mais do que um mais velho pois tem mais preparo e folego.

No entanto a grande vantagem dos jogadores mais velhos, como regra geral, não é a experiência não. É que eles têm atributos mais equilibrados. Equilíbrio é o que conta mesmo. Quase sempre os jovens têm detonados o atributo principal, mais velocidade e resistência. E o resto vai sendo desenvolvido depois. Mas o "resto" é muito importante! Inteligência, controle, passes e etc. Isso faz a diferença. Acho que um jogador com 8 no principal e o resto bem equilibrado, rende muito mais que um com 10 no principal, 8 velocidade e resistência e quase nada no resto. Nesse caso, à diferença não vem da experiência, mas do equilíbrio. Manter um time de jogadores experientes e equilibrados requer muito planejamento.

Se compararmos o futebol com o hockey veremos que a diferença é que no hockey não tem o atributo experiência lá vale a quantidade de bolinhas não importa a idade, mas é claro que um jogador com idade avançada tem mais chances de ser melhor pois tem mais tempo para treinar e mesmo assim é possível que um juvenil seja melhor que um veterano pois seu técnico o treinou com mais vigor.

É importante para um dirigente ter a consciência de que um time deve ser organizado com um rodizio de jogadores novos e velhos para poder substituir o jogador que pediu aposentadoria por um da mesma altura e que talvez tenha sido criado nas categorias de base.

Contudo chego a seguinte conclusão. O Managerzone deveria excluir a experiência como tributo de um jogador no futebol. Pois isso só favorece aos jogador mais velhos. O ideal era termos craques juvenis, revelações brigando no mesmo nível que um craque veterano. Assim como o Alexandre Pato da vida real. Os dirigentes tem esse papel, o papel de pedir a anulação deste atributo assim como no hockey que não tem esse e funciona muito bem. Por fim estou me dirigindo ao fórum, neste momento, para postar no espaço de sugestões e peço a ajuda de vocês, leitores para me apoiarem e lutarem por esse direito.

Abraço a todos!!!

Sobre o Autor:
Guilherme Ferreira Guilherme Ferreira é radialista e estudante de jornalismo. Apresenta o programa Fã Clube da Rádio Gazeta sempre aos domingos 13h. Blog criado em março de 2011 e traz informações sobre os artistas do sertanejo universitário, bandas de bailão e tchê music.

3 Responses so far.

  1. Muito bom o texto, porém eu discordo sobre a extinção da experienica..

    o que eu acho é que deveria haver uma vantagem para os jogadores mais jovens no atributo resistencia..

    exemplo, um jogador mais velho cansa mais, mesmo tendo muitas bolas de resistencia... entende? não seria mais interessante?

    Abraço,

    JulianoST
    FIZGÜÉLA F.C.

  2. Outra opção seria a Forma..

    Jogadores mais velhos não conseguiriam mais manter a forma 9... iria perdendo bolinhas de forma com a idade.. que tal?

    JulianoST

  3. gzrodrigo says:

    Cara, muito legal o blog e as análises. Quanto ao atributo experiência, tenho uma opinião um pouco divergente. Acho que um jogador mais velho não rende mais apenas por ser mais experiente, mas sim porque já tem outros atributos, além dos principais (vel, res e o determinante da posição) mais desenvolvidos. Sendo assim, é um jogador mais equilibrado do que os jovens bombados em 2 ou 3 atributos. Esse é o diferencial: o equilíbrio.
    Abraço e parabéns
    Rodrigo
    Estrela Vermelha SCI